Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Rio amplia apoio a vítimas de violência doméstica

O prefeito Eduardo Paes (PSD) lança programa que concede auxílio financeiro no valor de R$ 400 para mulheres agredidas ou em situação de vulnerabilidade social

20 de jan de 2022

O prefeito Eduardo Paes: “Cada vez temos buscado estabelecer políticas públicas para ajudar essas mulheres”

Redação Scriptum com assessoria de comunicação Prefeitura Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou esta semana o Cartão Mulher Carioca, que concede um auxílio financeiro no valor de R$ 400 para mulheres em situação de violência doméstica e vulnerabilidade social. Nesta primeira etapa, 80 receberão o cartão. No total, 500 cartões serão disponibilizados.

O prefeito Eduardo Paes (PSD), ao lado da secretária de Políticas e Promoção da Mulher, Joyce Trindade, disse que a iniciativa integra a política de sua gestão para a valorização feminina. “Cada vez mais construímos políticas específicas. Sabemos que a violência contra a mulher é um problema grave da nossa sociedade, que isso aumentou durante a pandemia. Cada vez mais a Prefeitura tem buscado estabelecer políticas públicas para ajudar essas mulheres”, afirmou.

O auxílio será disponibilizado por até seis meses, prorrogáveis por mais 90 dias. Para a renovação do benefício ocorrer, uma avaliação será feita pela equipe técnica do município que acompanha os casos da rede de enfrentamento. “Muito bom poder lançar algo tão fundamental para a construção e emancipação das mulheres do Rio de Janeiro. A violência é algo que retira muitas mulheres do mercado de trabalho, que impossibilita a autonomia financeira delas. Trazer esse auxílio é uma resposta para que elas possam garantir a sua renda e a partir disso a saída desse ciclo da violência”, disse a secretária Joyce Trindade.

A secretária Joyce Trindade: “Trazer esse auxílio é uma resposta para que as mulheres possam garantir a sua renda”

Além do Cartão Mulher Carioca, a Secretaria da Mulher já concede cartões de passagem no transporte público para mulheres que sofrem violência doméstica, o Move-Mulher. Cada cartão tem uma carga no valor de R$24,30 para até seis passagens de ônibus. Em 2021, a Prefeitura iniciou a entrega de 1.950 cartões.

A Secretaria da Mulher oferece quatro equipamentos de atendimento à mulher no Rio de Janeiro, que são duas Casas da Mulher Carioca; o CEAM Chiquinha Gonzaga, local de atendimento exclusivo para mulheres em situação de violência doméstica; e a Casa Viva Mulher Cora Coralina, que é o abrigo sigiloso destinado a mulheres com risco iminente de morte.

Informações Partidárias

Notícias