Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Rio implode prédios para criar um novo parque

A nova área de lazer integra os planos de revitalização da região, conta com investimento de R$ 58 milhões da Prefeitura e o prazo para conclusão da obra é de 15 meses

06 de nov de 2023

O prefeito Eduardo Paes: “A região vai ganhar muito, o comércio vai ser reativado e os moradores ganham mais qualidade de vida”

Edição Scriptum com Prefeitura do Rio

Com a implosão de quatro prédios da antiga Universidade Gama Filho, em Piedade, na Zona Norte, a gestão do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), avança no projeto de construção de um novo e importante espaço de lazer para a população carioca. Com a implosão, realizada na manhã de domingo (5), o local, abandonado desde 2014 após a falência da instituição, será transformado no Parque Piedade. Com uma área de aproximadamente 18 mil metros quadrados, a nova área de lazer, que integra os planos de revitalização da região, terá investimento de R$ 58 milhões da Prefeitura, e o prazo para conclusão da obra é de 15 meses. O valor pago pelas desapropriações foi de R$ 54 milhões.

O prefeito Eduardo Paes comentou os impactos que o novo espaço terá na região Norte carioca. “Nós temos uma experiência muito bem sucedida desses espaços públicos de qualidade com o Parque Madureira. Valorizou os imóveis do entorno, tirou um ponto de degradação. Tinha a questão da falta de áreas de lazer na região. Tenho muito orgulho de trazer mais essa área de lazer para Piedade, para a Zona Norte. Aqui tem um pouco da história de muitos cariocas que se formaram na Gama Filho. A memória será preservada com uma homenagem. Uma parte será mantida como centro educacional. A região vai ganhar muito, o comércio vai ser reativado e os moradores ganham mais qualidade de vida”, afirmou Paes.

O Parque Piedade

As intervenções para a construção do Parque Piedade tiveram início no dia 5 de setembro, com a demolição de dois prédios do antigo Colégio Piedade, que ficavam dentro do terreno. Um espaço para feiras e eventos, com horta urbana, parcão, academia e campo de futebol, foi projetado para o parque. Ainda estão previstos pista de skate, parque infantil, área juvenil com aparelhos de ginástica e parque aquático com cachoeira artificial.

Além do Parque Piedade, parte do antigo terreno ocupado pela Gama Filho será utilizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ), que construirá um centro cultural, esportivo e educacional.

A Rua da Capela, por sua vez, onde está localizada a Capela Nossa Senhora da Piedade, tombada pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) em 1996 por sua importância arquitetônica, histórica e cultural, também será contemplada com melhorias de urbanização. “Com a implosão, começamos a reescrever a história do bairro da Piedade. Com esse parque, esperamos resgatar o orgulho das pessoas que moram aqui, bem como o orgulho de ser suburbano”, disse o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz.

Informações Partidárias

Notícias