Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Rio inaugura a primeira Arena Gamer pública do País

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), inaugura espaço para abrigar competições e também desenvolver soluções eletrônicas que podem gerar negócios e muito dinheiro

19 de jan de 2024

Arena Gamer conta com uma área de simuladores

Edição Scriptum com Prefeitura do Rio

Os jovens cariocas têm agora à disposição um espaço adequado para participar de competições e também desenvolver soluções eletrônicas que podem gerar negócios e muito dinheiro. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), inaugurou esta semana a primeira Arena Gamer pública do país. Com capacidade para 100 pessoas, o espaço destinado a esportes eletrônicos fica dentro da Nave do Conhecimento do Engenhão, na Zona Norte da cidade.

O local, que vai receber competições de pequeno e médio porte, além de torneios regionais, será um polo de inclusão, aprendizagem e transformação social para os visitantes, voltado a profissões da indústria criativa. “Essa é uma atividade esportiva, e também econômica, que mexe com muito dinheiro e gera muito emprego. Juntamos a Olimpíada Carioca de Matemática nas escolas municipais, a faculdade de matemática do IMPA Tech, os Ginásios Educacionais Tecnológicos (GETs), as Naves do Conhecimento e agora a Arena Gamer, num conjunto de ações, para consolidar a cidade como capital da inovação e da tecnologia na América Latina”, disse Eduardo Paes.

A Arena Gamer tem palco com capacidade para dois times de até cinco jogadores e um estúdio de transmissão, de onde serão transmitidas e narradas as competições, além de camarins para os participantes, área para a equipe técnica, telão de LED para transmissão das partidas, arquibancada e piso elevado que destacará os competidores.

A secretária municipal de Ciência e Tecnologia, Tatiana Roque, explica que o mundo dos games é parte essencial da tecnologia nos dias de hoje, principalmente para a juventude. “Queremos dar oportunidade e infraestrutura para que todo esse setor dos games se desenvolva no Rio de Janeiro. A ideia é ter aqui, na Nave do Conhecimento, uma cadeia completa. Vamos dar o curso, oferecer a Arena para treinar as equipes e realizar campeonatos, e vamos inaugurar aqui do lado, ainda em janeiro, a incubadora de empresas para fomentar a economia dos games. Queremos transformar o Rio também na capital dos esportes eletrônicos”, disse.

Com o equipamento de transmissão é possível receber debates e apresentações individuais, via streaming. A intenção é que o espaço seja usado pela comunidade gamer para torneios e como centro de treinamento de novas equipes de e-sports do Rio de Janeiro. O local vai incentivar a formação de novos jogadores de e-sports, além de talentos para a nova indústria criativa, como narradores, comentaristas e técnicos de transmissões.

Informações Partidárias

Notícias