Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Rio reforça ações para superar a onda de covid-19

Além de adiar os desfiles de Carnaval, o prefeito Eduardo Paes (PSD) está reforçando a estrutura de atendimento e testagem de pacientes com sintomas. “Quem manda na cidade do Rio é a ciência”, disse

24 de jan de 2022

O prefeito Eduardo Paes

Redação Scriptum com assessoria de comunicação da Prefeitura do Rio

Além de adiar os desfiles de Carnaval para abril, a gestão do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), vem adotando uma série de ações para garantir a rápida superação da atual onda de casos de covid-19. A cidade, que neste início de semana informou já ter aplicado 39 mil doses de vacina em crianças de até 11 anos, inaugurou também na segunda-feira (24) seu 17° centro de atendimento e testagem de pacientes com sintomas de síndrome gripal na cidade.

Os centros de atendimento recebem pessoas com sintomas como febre, calafrio, tosse, coriza, dor de garganta, dor de cabeça, alteração no olfato e/ou paladar, além de realizar testagem para Covid-19. De acordo com o secretário de Saúde, Daniel Soranz, o novo centro se integra “aos 230 centros municipais de saúde e clínicas da família, que também estão fazendo testagem. Isso aumenta em mais de 50 vezes a nossa capacidade de ofertar testes para a população. Neste mês de janeiro, já foram realizados mais de um milhão de testes para covid-19 e continuamos ampliando para dar conta da variante Ômicron, que é muito intensa”.

Todos os cuidados, segundo o prefeito Eduardo Paes, seguem as recomendações dos especialistas em saúde pública. “Quem manda aqui na cidade do Rio de Janeiro é a ciência. Óbvio que vamos ajustando e compatibilizando e entendendo que a vida tem que avançar, e acho que vivemos um outro momento da pandemia, com absoluta maioria da população (vacinada)”, disse Paes.

Ele explicou que a decisão de adiar os desfiles de Carnaval para o feriado de Tiradentes foi tomada com base na ciência. Em entrevista à BandNews TV, Paes disse que os especialistas consultados têm o entendimento de que, em abril, a pandemia do novo coronavírus estará em um momento de transmissão controlada.

Informações Partidárias

Notícias