Loading

Pesquisar

CONGRESSO

Senador Irajá critica situação da saúde no Tocantins

Em pronunciamento, o parlamentar denunciou a crise nos hospitais, que enfrentam dificuldades para atender pacientes, com corredores lotados, filas de espera para UTI e aumento dos óbitos

29 de nov de 2023

O senador Irajá: “Somente neste ano, já foram mais de 40 pessoas que morreram à espera de atendimento”

Edição Scriptum com Agência Senado

A situação da saúde pública no Estado do Tocantins é “crítica”. O alerta foi feito na terça-feira (28) pelo senador Irajá (PSD-TO), em pronunciamento no Plenário do Senado. O parlamentar denunciou a gravidade da crise nos hospitais, que segundo ele enfrentam dificuldades para atender a demanda de pacientes, resultando em corredores lotados, filas de espera para leitos de UTI e aumento do número de óbitos por falta de atendimento.

Ele lembrou que, em 2023, foram deflagradas duas operações da Polícia Federal junto à Secretaria de Saúde de Tocantins para apurar possíveis irregularidades e desvios de verbas públicas. “São recorrentes as notícias de caos, de corrupção e tantos problemas crônicos que vêm enfrentando a saúde pública do Estado. É grave a crise, que se aprofunda cada dia mais. Somente neste ano, já foram mais de 40 pessoas que morreram à espera de atendimento”, disse.

O senador defendeu mais investimentos na saúde. Ele informou que em 2023, quase R$ 30 milhões, por meio de emendas suas, foram alocados para a construção de estruturas de saúde, como o Hospital do Bico do Papagaio em Praia Norte, a aquisição de ambulâncias para o Samu, reformas de unidades básicas e compra de equipamentos e insumos essenciais.

“Temos que garantir as consultas, os exames, as cirurgias e todo o cuidado necessário. A população está precisando muito desses serviços, que estão sendo negligenciados pela gestão do governador Wanderlei Barbosa”, afirmou.

Informações Partidárias

Notícias