Loading

Pesquisar

SENADO

Trad lamenta morte durante show de Taylor Swift

Em pronunciamento, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) comentou a morte, no Rio de Janeiro, de dois moradores de seu Estado que viajaram para a apresentação da cantora norte-americana

21 de nov de 2023

O parlamentar enfatizou a necessidade de investigar possíveis falhas da empresa de entretenimento Time For Fun na organização do evento,

Edição Scriptum com Agência Senado

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) lamentou na segunda-feira (20) a morte de sua conterrânea, a estudante de psicologia Ana Clara Benevides, durante o show da cantora norte-americana Taylor Swift, no Rio de Janeiro, no sábado (18). A jovem de 23 anos, que morava em Sonora, Mato Grosso do Sul, passou mal logo no início da apresentação, chegou a ser socorrida, mas acabou não resistindo a uma parada cardiorrespiratória.

Em pronunciamento no Plenário, o parlamentar enfatizou a necessidade de investigar possíveis falhas da empresa de entretenimento Time For Fun na organização do evento, no qual foi proibido entrar portando garrafas de água. Segundo o senador, o intenso calor registrado na capital fluminense no dia do show exigia atenção e medidas preventivas contra possíveis incidentes:

“A elevada temperatura no Rio de Janeiro, atingindo quase 43°C, com sensação térmica de 60°C durante o show, demandava medidas preventivas eficazes. A entrada de água em embalagens seguras, melhoria no sistema de ventilação de forma apropriada, organização de filas e aumento de postos de hidratação são medidas minimamente razoáveis e simples que poderiam ter evitado esses problemas”, afirmou.

O senador também lamentou a morte de outro jovem do Mato Grosso do Sul, Gabriel Mongenot Santana Milhomem, de 25 anos, assassinado a facadas durante um assalto na praia de Copacabana. Trad destacou que a vítima viajou ao Rio na companhia de primas, também para assistir ao show de Taylor Swift.

“Tragicamente, um morador da capital, de Campo Grande, foi vítima de um crime violento. Apelo às autoridades do Rio de Janeiro para que tomem medidas que evitem a repetição dessas situações e garantam que os responsáveis por tais atos enfrentem a devida justiça. Neste momento de luto, gostaria de expressar solidariedade a todas aquelas pessoas que são próximas, aos pais, parentes, amigos e colegas não só da Ana Clara, como também do Gabriel”, concluiu.

Informações Partidárias

Notícias