PSD Mulher

Bianca Soares é destaque na gestão de Urutaí, em Goiás

Primeira-dama do município e presidente do PSD Mulher no Estado, advogada participa de todos os projetos importantes realizados pela gestão do prefeito Ailton Martins

26/09/2017

FacebookWhatsAppTwitter

Bianca Soares defende o estabelecimento de cotas para as mulheres nos postos de comandos das empresas e nos parlamentos.

 

Articulada e proativa, a advogada Bianca Soares de Oliveira e Oliveira exerce papel de destaque nos projetos executados pela gestão do marido, o prefeito de Urutaí – pequeno município de Goiás, com cerca de três mil habitantes —, Ailton Martins de Oliveira (PSD). A marca da primeira-dama, também coordenadora estadual do PSD Mulher, está presente em todo o processo de resgate da autoestima da cidade, iniciado há cerca de oito meses, seja na melhoria dos serviços de saúde, nos investimentos feitos na educação ou nos projetos sociais.

“Pelo fato de eu ser advogada, ele tem uma confiança muito grande em mim. Participo de todas as áreas da Administração”, afirma Bianca, que não esconde o orgulho em relação ao marido, eleito pela primeira vez em 2016, com cerca de 62% dos votos. “A cidade estava estagnada, o povo estava desesperançoso. Não vi, nos últimos anos, um prefeito realmente interessado no povo. Em seis meses já tínhamos feito um trabalho que ninguém tinha feito”, afirma a primeira-dama.

Entre os principais avanços obtidos na atual gestão ela destaca a melhoria da merenda escolar, com a implantação no município do programa Agricultura Familiar, do Governo Federal, que proporciona aos estudantes da rede pública alimentos saudáveis produzidos por pequenos agricultores. As salas de aula também foram climatizadas. “No verão, chegavam a dispensar os alunos porque o calor era insuportável”, relembra Bianca.

A primeira-dama demonstra satisfação ao falar sobre o trabalho que desenvolve na área de assistência social, como coordenadora das atividades culturais e de saúde do grupo da terceira idade. Além disso, ela participou ativamente da implantação do projeto Mulheres Mil, uma parceria entre a Prefeitura, o Governo Federal e o Instituto Federal Goiano, que ofereceu curso profissionalizante de salgadeira a 37 moradoras de Urutaí.

História e feminismo – Nascida em Guiratinga, no Mato Grosso, Bianca mudou-se para Urutaí há 22 anos, para acompanhar o marido goiano, com quem teve os filhos Benjamim, de 21 anos, e Julia, de 17. O casal se conheceu nos tempos em que ambos cursavam a Unifenas, no município de Alfenas, localizado no Sul de Minas Gerais. Ailton formou-se em Odontologia.

Mesmo sem ter exercido um cargo público anteriormente, a política sempre esteve presente na vida da primeira-dama. “Eu não estava na política, mas ela estava no sangue. Tenho uma tia que já foi prefeita na minha cidade natal, um primo que foi prefeito em Santa Rita (cidade situada na divisa entre os Estados de Mato Grosso e Goiás) e dois tios que foram deputados estaduais pelo Mato Grosso”, conta.

Em casa, Bianca sempre foi incentivada a batalhar pelo seu espaço e lutar contra o machismo. “Meu avô paterno era agropecuarista, não tinha estudo nenhum, mas era um homem muito evoluído. Ele colocou todas as suas filhas para estudar, tinha uma visão de que as mulheres deveriam lutar, crescer, sem depender dos homens”.

Para a primeira-dama, apesar das conquistas ainda há muito o que avançar na batalha feminina por direitos iguais. Ela defende o estabelecimento de cotas para as mulheres nos postos de comandos das empresas e nos parlamentos. “Da mesma maneira que foi uma vitória ganharmos 30% nas chapas partidárias, será muito satisfatório quando tivermos cadeiras cativas”.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter