Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Capital do Maranhão tem um novo Hospital da Criança

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PSD), entrega ampliação da unidade de saúde, que aumenta para 10 mil a capacidade de atendimento mensal às crianças de 170 cidades do Estado

11 de dez de 2023

O prefeito Eduardo Braide durante inauguração: “Esse hospital vai atender crianças que moram em São Luís e nos mais de 170 municípios do Maranhão”

Edição Scriptum com Prefeitura de São Luís

Desde a semana passada, a capital do Maranhão, São Luís, dispõe de um hospital de primeira linha, capaz de realizar uma média de 10 mil atendimentos por mês, exclusivamente para atender à saúde das crianças da capital e de mais de 170 municípios do Estado. A obra foi inaugurada pelo prefeito Eduardo Braide (PSD) na terça-feira (5), que considerou a data um dia histórico para a infância em São Luís.

Para ele, a nova unidade de saúde representa uma revolução na assistência pediátrica da capital.

“São Luís não recebe hoje só o novo Hospital da Criança de São Luís. Recebe o melhor hospital do Maranhão. Esse hospital vai atender crianças que moram em São Luís e nos mais de 170 municípios do Maranhão e uma coisa que eu não abro mão como prefeito é da qualidade do atendimento que essas crianças e essas mães terão aqui. Nasce um novo hospital e também um novo atendimento, porque assim como visitei as obras, eu vou acompanhar também o funcionamento do hospital”, destacou o prefeito.

Braide assumiu as obras do Hospital da Criança em junho de 2022, com recursos provenientes do Tesouro Municipal. Aproximadamente R$ 30 milhões foram investidos na reconstrução e na compra dos novos equipamentos, com intervenções conduzidas pelas secretarias municipais.

“O Hospital da Criança era um desafio gigantesco. Testemunhamos sua história marcada por alagamentos, superlotação e falta de estrutura. Tornou-se uma espécie de lenda urbana, perdendo a confiança das pessoas quanto à sua conclusão. Em junho de 2022, o prefeito, com grande coragem, sensibilidade e, acima de tudo, competência e confiança, assumiu a responsabilidade. Menos de um ano e meio depois, não apenas entregamos um hospital, mas uma verdadeira obra de arte que ficará registrada na história do Maranhão”, afirmou, emocionado, o secretário municipal da Saúde, Joel Nunes.

Infraestrutura

Dividido em quatro pavimentos, o hospital apresenta no andar térreo a sala de classificação de risco, seis consultórios médicos, consultório ortopédico com sala de imobilização, consultório odontológico, sala de medicação, sala de pequenos procedimentos/consultório cirúrgico, ambulatório (com recepção e consultório médico), sala de estabilização, central de abastecimento farmacêutico (CAF), unidade de curta permanência, enfermaria de isolamento da emergência, refeitório, laboratório, recepção de Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT), sala de raio-X, sala de ECG/laudos, sala de tomografia, recepção da emergência, sala de atendimento psicológico, sala de atendimento do serviço social, sala de classificação de risco 2, sala de punção, salas de repouso médico, sala de recuperação pós-anestésica e sala de ultrassom.

No primeiro andar, as instalações compreendem: recepção de pacientes, centro cirúrgico, sala de recuperação pós-anestésica, agência transfusional, enfermaria clínica e cirúrgica, área administrativa e salas de repouso médico.

No segundo andar, estão a UTI 1 (com leitos clínicos e cirúrgicos), leito de isolamento, UTI 2 (leitos clínicos e cirúrgicos), área administrativa, salas de repouso médico e auditório. No terceiro e último andar, as áreas incluem: enfermaria (leitos clínicos), sala de estudo e brinquedoteca, área administrativa, enfermaria (leitos para doenças respiratórias), sala de repouso médico, farmácia.

Todos os espaços foram concebidos com uma abordagem humanizada e são equipados com tecnologia de ponta, além de oferecer uma gama mais ampla de especialidades. Cada andar foi pensado para proporcionar bem-estar às crianças e seus acompanhantes, apresentando um tema lúdico exclusivo em cada andar.

No térreo, a ambientação remete à floresta brasileira, apresentando animais como tatus, jacarés, araras, macacos, e muitos outros. No primeiro andar, o tema é a selva, com um centro cirúrgico decorado com girafas, elefantes, rinocerontes e leões. O segundo piso traz o fundo do mar, com golfinhos, baleias e peixinhos, todos integrados aos leitos de UTI.

No terceiro andar, um ambiente com astronautas, foguetes, planetas e estrelas. Além disso, o pavimento também dispõe de uma brinquedoteca e uma sala de estudo, na qual professores da rede municipal de ensino irão assegurar a continuidade das aulas para crianças que precisam de uma estadia prolongada no hospital. Isso contribui para evitar a perda parcial ou total do período letivo dos estudantes.

Especialidades

O Hospital da Criança teve sua capacidade expandida com a adição de 27 novos leitos, totalizando agora 120. Destes, 27 são leitos cirúrgicos, 29 leitos de UTI (antes eram 12), 58 leitos clínicos e 6 leitos de estabilização (área vermelha).

Além do aumento na capacidade, a oferta de serviços também foi expandida. Anteriormente, com um perfil restrito a casos clínicos, a unidade passará agora a realizar procedimentos cirúrgicos. Para tanto, o hospital conta com quatro salas cirúrgicas totalmente novas e equipadas. A nova unidade hospitalar passa a realizar, também, exames de imagem, como tomografia, endoscopia, colonoscopia de urgência, raio-x, ultrassons, bem como de tratamentos de hemodiálise.

Entre as novas especialidades, a unidade conta agora com ortopedia, estomaterapia, neurocirurgia, cirurgia pediátrica e urgência e emergência odontológica, além das subespecialidades pediátricas, como cardiopediatria, dermatologia, endocrinologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pneumologia, hebiatria, oftalmologia, gastropediatria e cirurgia.

Informações Partidárias

Notícias