Loading

Pesquisar

EXTERIOR

Conflitos com bolivianos preocupam Beto Preto

O deputado do PSD do Paraná chama a atenção para o impacto dos conflitos agrários na vida de brasileiros que vivem no país vizinho

19 de jun de 2024

O deputado Beto Preto com o embaixador da Bolívia no Brasil, Horacio Villegas Pardo

Edição Scriptum com Assessoria de Comunicação do deputado

Os conflitos agrários que estão ocorrendo na Bolívia e afetando a vida de brasileiros que moram no país estão preocupando o deputado federal Beto Preto (PSD-PR). Ele reuniu-se na terça-feira (18) com o embaixador do país vizinho no Brasil, Horacio Villegas Pardo, para chamar a atenção das autoridades bolivianas para os impactos dos conflitos sobre brasileiros que vivem lá.

Ele afirmou que um grupo denominado Movimento Intercultural de San Julian, que atua na província de Santa Cruz de La Sierra, vem invadindo terras de brasileiros e causando problemas na região. “Estamos à beira de um banho de sangue. Estamos à beira de um grande desentendimento agrário com um movimento que nada se assemelha a outros movimentos do nosso País”, disse Beto Preto no Plenário da Câmara.

Ele afirmou que o governo brasileiro precisa estar mais atento para apoiar os produtores rurais brasileiros da região.

Denúncias

Beto Preto conversou com o embaixador sobre as denúncias de que o Movimento Intercultural de San Julian estaria cobrando pedágio e extorquindo produtores rurais e famílias brasileiras na região de Obispo Santisebastian. “Estamos atentos com esta questão envolvendo brasileiros, famílias que estão numa área produtiva e estão sendo praticamente achacadas para a continuidade na região. É uma questão urgente e que pode, sem dúvida alguma, resultar num banho de sangue”, afirmou Beto Preto.

Segundo ele, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil também já manifestou preocupação com o assunto. “Temos visto boa vontade do governo nas conversas que tivemos. Mas temos que agir rápido para apaziguar este conflito. Pretendemos ampliar esse debate para que as boas relações institucionais, políticas, e governamentais com a Bolívia sejam mantidas e que nenhuma vida de brasileiro se perca”, argumentou o deputado.

Informações Partidárias

Notícias