Loading

Pesquisar

ESTADOS

Cooperativas têm destaque na economia paranaense

O governador Ratinho Junior (PSD) falou sobre a contribuição do setor ao Estado, com faturamento de R$ 202 bilhões em 2023 e um total de empregos que deve chegar a 150 mil no fim do ano

01 de dez de 2023

O governador participa de evento em Maringá: “Somos o Estado com mais cooperativas do País e as maiores da América Latina estão aqui”

Edição Scriptum com Agência Estadual de Notícias

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), comemorou na sexta-feira (1) os resultados registrados pelo setor cooperativista do Estado em 2023, quando seu faturamento deve chegar R$ 202 bilhões – superando a projeção inicial –, enquanto o número de empregos vai chegar a 150 mil até o fim do ano, com 10 mil vagas de empregos ainda abertas para preenchimento.

Ao participar, em Maringá, no Norte do Estado, do Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses 2023, Ratinho Junior destacou que a atividade vem crescendo a cada ano e virou modelo econômico não só para o Paraná, mas para o Brasil. “Somos o Estado com mais cooperativas do País e as maiores da América Latina estão aqui, gerando empregos e desenvolvimento econômico e social”.

O evento, realizado pelo Sistema Ocepar, comemorou ainda o fato de que do faturamento total, R$ 8,5 bilhões são resultado líquido, que será compartilhado entre os cooperados e reinvestido nos processos produtivos das cooperativas, fortalecendo a economia paranaense.

O faturamento de R$ 202 bilhões representa crescimento de 8,6% em relação aos R$ 186 bilhões alcançados pelas cooperativas paranaenses em 2022. O número de cooperados também aumentou no Paraná em 2023. O crescimento foi de 13,8%, alcançando 3,6 milhões de cooperados em todo o Estado, segundo o Sistema Ocepar. Já o número de empregos nas cooperativas do Estado vai bater em 150 mil até o fim do ano, com 10 mil vagas de empregos ainda abertas para preenchimento.

Industrialização

O governador também enfatizou que as cooperativas do Paraná estão cada vez mais industrializadas, agregando valor aos produtos primários, o que também significa mais empregos qualificados. Ainda de acordo com o Sistema Ocepar, o sistema cooperativo paranaense tem 142 agroindústrias, as quais geraram 48% do faturamento das cooperativas nesse ano. Há mais seis plantas para serem inauguradas nos próximos meses.

“As cooperativas de alimentos são protagonistas da nossa economia, cada vez mais industrializadas, gerando cada vez mais empregos e embutindo valor agregado aos produtos, com um papel fundamental na meta de transformar o Paraná no grande supermercado do mundo”, comentou Ratinho Junior. “Estamos com a menor taxa de desemprego dos últimos nove anos e o PIB cresceu 8,6% no primeiro semestre, puxado justamente por esse segmento, que é fundamental para a nossa economia”.

Informações Partidárias

Notícias