Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Curitiba é a capital mais igualitária do Brasil

Gestão do prefeito Rafael Greca (PSD) fortalece a rede de proteção social da cidade

24 de jun de 2024

Desde 2019, já foram distribuídas gratuitamente mais de 1,3 milhão de refeições a quem está em risco social através do programa Mesa Solidária.

Edição Scriptum com Prefeitura de Curitiba

No Mapa da Desigualdade entre as Capitais, divulgado pelo Instituto Cidades Sustentáveis, Curitiba conquistou em 2024 o título de capital mais igualitária do Brasil. O mapa, que foi divulgado em março, leva em consideração, principalmente, ações de enfrentamento da pobreza e confere reconhecimento nacional ao trabalho desenvolvido pela gestão do prefeito Rafael Greca (PSD).

“Nos últimos sete anos, temos promovido uma verdadeira revolução na educação, na adoção de ações de mitigação dos efeitos climáticos, nos serviços públicos, na ampliação da rede de proteção social e no apoio ao empreendedorismo. Nosso destaque no mapa do Instituto Cidades Sustentáveis, como a capital mais igualitária do país, só confirma que estamos no caminho certo de tornar Curitiba cada vez mais justa, humana, empreendedora e inteligente”, afirma Greca.

Desde 2019, já foram distribuídas gratuitamente mais de 1,3 milhão de refeições a quem está em risco social através do programa Mesa Solidária. E mais de 1,3 mil pessoas são atendidas diariamente em hotéis sociais, Centros POPs e outros espaços de acolhimento da Prefeitura.

A publicação do Instituto Cidades Sustentáveis reúne 40 indicadores de diferentes bases e levantamentos, como o Censo, as diferentes Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) e o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis).

A Prefeitura de Curitiba também oferece uma Rede de Proteção Social, reconhecida inclusive pelo governo federal, que desenvolve várias ações de forma integrada para beneficiar a população em situação de rua na cidade.

“O trabalho é intenso e vai desde as refeições gratuitas do Mesa Solidária até a oferta de pernoite em unidades de acolhimento ou hotéis sociais, cursos profissionalizantes e encaminhamento para o mercado de trabalho”, enumera Greca.

Para garantir direitos às pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade e risco social na capital, a atuação é intensa e envolve programas principalmente da Fundação de Ação Social (FAS). A FAS tem como missão coordenar e implementar a política de assistência social no município, para a proteção social de famílias e indivíduos em situação de risco e vulnerabilidade social.

Na FAS, as pessoas em vulnerabilidade encontram serviços que vão desde a proteção básica até o atendimento àquelas que já tiveram seus direitos violados, sejam elas crianças, adolescentes, adultos ou idosos.

Entre esses serviços estão a inclusão no Cadastro Único, para recebimento de benefícios sociais, o acompanhamento de famílias, além de distribuição de créditos para compra de alimentos, entrega de roupas e móveis e o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos.

Para aquelas que vivenciam situações de ameaça e violações de direitos por ocorrência de abandono, violência física, psicológica ou sexual, exploração sexual, situação de rua e vivência de trabalho infantil, as equipes da FAS também desenvolvem uma série de serviços e programas na busca da superação dessas vulnerabilidades. São ações que vão desde o acolhimento até o encaminhamento para outras políticas públicas, como saúde, educação e confecção de documentos civis.

Situação de rua

A atenção à população em situação de rua é uma das prioridades da FAS, que para isso ampliou vagas, abriu novas unidades e desenvolve serviços que vão muito além da oferta de cama, espaço para higiene e alimentação, mas também oportunidades de desenvolvimento pessoal e qualificação profissional.

Entre as mais recentes unidades implantadas pela FAS estão o Hotel Social Eilat, que atende travestis e mulheres trans em situação de rua, e o Centro Intersetorial de Atenção a Pessoas em Situação de Rua – a FAS SOS -, que oferta serviços da assistência social, saúde, política sobre drogas, em um só espaço.

Informações Partidárias

Notícias