Loading

Pesquisar

ESTADOS

Estudantes do Paraná partem para conhecer o mundo

Programa criado pela gestão do governador Ratinho Junior (PSD) levará este ano 1.000 alunos da rede pública para intercâmbio de seis meses na Europa, nos EUA e na Austrália

24 de jan de 2024

Ao todo, 400 estudantes farão o intercâmbio no Canadá, 250 na Austrália, 250 na Nova Zelândia, 50 nos Estados Unidos e 50 na Inglaterra.

Edição Scriptum com Agência Estadual de Notícias

Os três primeiros grupos de estudantes da rede pública de ensino do Paraná classificados pelo programa Ganhando o Mundo já embarcaram para os países onde terão aulas durante o primeiro semestre deste ano. Criado em 2022 pela gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), o programa conta com investimento total de R$ 81,2 milhões do Governo do Estado, via Secretaria da Educação, destinado a cobrir todos os custos incluindo despesas com alimentação, hospedagem, transporte, emissão de vistos e passaportes, passagens aéreas e terrestres, exames médicos, vacinas, seguro-viagem e de saúde, taxa de matrícula, mensalidade da escola no Exterior, material didático, uniforme, tradução juramentada da documentação escolar e orientação em reuniões. Os alunos recebem ainda um auxílio mensal de R$ 800 durante o intercâmbio.

Com mil alunos selecionados para intercâmbio em 2024, esta é a maior edição do Ganhando o Mundo. Ao todo, 400 estudantes farão o intercâmbio no Canadá, 250 na Austrália, 250 na Nova Zelândia, 50 nos Estados Unidos e 50 na Inglaterra. Nas fases anteriores, 100 estudantes passaram um semestre letivo no Canadá e outros 100 na Nova Zelândia No segundo semestre de 2023, 40 alunos da rede estadual viajaram para a França para um intercâmbio de seis meses.

Nova paisagem

Cadeias de montanhas rochosas, extensas florestas boreais e vastas planícies cobertas de gelo compõem o cenário que aguarda os dez estudantes da rede estadual de ensino que embarcaram na quarta-feira (24) rumo ao Canadá, onde permanecerão por um semestre letivo. Antes, no sábado (20), 54 alunos já haviam embarcado para a Austrália, onde passarão um semestre letivo imersos em uma experiência de estudo e imersão cultural.

Até agora 82 estudantes já deixaram o Brasil rumo a seus destinos: 28 foram para a Inglaterra e 54 para a Austrália. Até o fim de fevereiro, todos os mil estudantes selecionados serão enviados pelo programa que, além de Canadá, Inglaterra e Austrália, inclui também Estados Unidos e Nova Zelândia como destinos.

Ainda nesta semana, mais 300 participantes do programa serão enviados a seus países de destino: 136 para a Austrália, 22 para a Inglaterra e 142 para o Canadá.

Nova cultura

O Canadá está entre os dez países melhor avaliados no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). Na primeiras edições do programa, alunos e professores também passaram um período estudando no país.

“O Canadá se destaca como referência global em educação, com excelência em Leitura, Matemática e Ciências. A exemplo das edições anteriores do Ganhando o Mundo, nesta nossos alunos também terão a oportunidade de viver, estudar, aprender inglês e conhecer uma nova cultura, enriquecendo a bagagem acadêmica e cultural”, afirma o secretário estadual da Educação Roni Miranda.

“Acreditamos que essa experiência é de grande impacto para todos, considerando que o domínio do inglês é essencial para impulsionar o avanço profissional”, diz Miranda. “A vivência em outros países molda a perspectiva desses jovens, de modo que, ao retornarem, possam contribuir para transformar nosso país em uma nação ainda mais forte”.

Mais de 12 mil alunos se inscreveram para esta fase do programa. Para concorrer a uma vaga, os adolescentes precisam ter média superior a 7 e frequência acima de 85%. Já a classificação para o intercâmbio considerou três itens: a nota padronizada obtida pelo estudante na Prova Paraná Mais, o número de certificados obtidos pelo estudante na plataforma Inglês Paraná e os certificados de participação como Aluno Monitor.

Informações Partidárias

Notícias