Loading

Pesquisar

CONGRESSO

Pacheco e Sánchez defendem busca da paz no mundo

O presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), recebeu o presidente da Espanha, Pedro Sánchez, que está em visita oficial ao Brasil. Democracia e paz foram temas da conversa

07 de mar de 2024

O presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, e o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco.

Edição Scriptum com Agência Senado

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), recebeu na quarta-feira (6) o presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, que está em visita oficial ao Brasil. Eles defenderam a busca da paz em todo o mundo e ressaltaram a importância da democracia.

“Gostaria de externar a posição majoritária do Congresso Nacional no sentido de que nós pregamos a paz — e o Brasil é um país pacífico. As guerras, nós esperamos muito que possam ser interrompidas a partir do diálogo”, disse Pacheco.

Por sua vez, Pedro Sánchez afirmou que “o mundo necessita da paz e de direcionar suas energias em resolver os problemas de cidadania, principalmente a desigualdade”. Pedro Sánchez também se encontrou com o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva e foi recebido na Câmara dos Deputados.

Democracia

Rodrigo Pacheco destacou a longa e tradicional relação bilateral entre Brasil e Espanha, e lembrou que os espanhóis compõem a terceira maior comunidade estrangeira no Brasil, atrás apenas de portugueses e italianos. Ele observou ainda que a visita de Sánchez ocorre no ano em que o Senado completa 200 anos de existência.

O presidente do Senado acrescentou que ambas as nações prezam a democracia: “Um ponto que evidentemente nos identifica sobremaneira é o grande reconhecimento sobre a importância da democracia para os nossos dois países. Celebramos recentemente 35 anos de nossa Constituição Federal. Apesar de questionamentos e de certas ações indesejadas que vivenciamos no ano passado, a democracia do Brasil restou inabalada e cada vez mais forte”.

Para o presidente espanhol, “sem democracia é impossível garantir os avanços em direitos e liberdades e em igualdade e prosperidade que alcançamos no Brasil e na Espanha durante estas duas últimas décadas”. Ele comentou ainda que a relação com o Brasil é estratégica para a Espanha. Ele declarou apoio e ajuda para a presidência do Brasil no G20 e para o acordo entre União Europeia e Mercosul.

O presidente do Senado citou decisões do Congresso Nacional nos últimos anos, como as reformas da Previdência e trabalhista, a reforma tributária, o marco regulatório do saneamento básico, novas leis de licitações e de falências e a independência do Banco Central.

Pacheco disse que o Legislativo brasileiro terá como desafios em 2024 a regulamentação da reforma tributária, projetos sobre a economia verde e a transição energética e a criação de regras para a inteligência artificial e para as plataformas digitais.

Espanha

Membro do Partido Socialista Operário Espanhol, Sánchez é presidente desde 2018. A Espanha é uma monarquia constitucional parlamentarista, sendo o presidente do governo uma espécie de primeiro-ministro ou premiê. O chefe de Estado da Espanha é o rei Filipe VI.

Informações Partidárias

Notícias