Loading

Pesquisar

ESTADOS

Paraná leva aulas de robótica às escolas estaduais

Com investimento de R$ 9,1 milhões, gestão do governador Ratinho Junior (PSD) distribui kits e oferece aulas cujo conteúdo engloba programação de robótica básica, automação e conceitos de IoT (internet das coisas)

30 de ago de 2021

O governador Ratinho Junior durante lançamento do Programa Robótica Paraná. Foto Gilson Abreu/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) lançou na segunda-feira (30) o programa Robótica Paraná, ação inovadora pela qual mais de 2,5 mil kits de robótica serão entregues nas próximas semanas para 257 colégios da rede estadual do Paraná. O investimento do Governo do Estado é de R$ 9,1 milhões. A estimativa é que nesta primeira fase do projeto 10 mil alunos sejam beneficiados.

A iniciativa vai destinar 10 kits para cada escola com foco no desenvolvimento de projetos tecnológicos em aulas de robótica oferecidas para estudantes do Ensino Médio, totalizando 2.577 materiais de apoio. O conteúdo engloba programação de robótica básica, automação, conceitos de IoT (internet das coisas) e domótica – área relativa à integração de mecanismos tecnológicos em uma residência.

“Esse programa é uma imensa janela que se abre para os estudantes do Paraná. Com as aulas de robótica, vamos preparar e aproximar os nossos jovens do futuro, deixá-los prontos para um futuro que terá a inovação como base”, afirmou o governador. “Muitas das profissões do futuro ainda nem existem. Por isso aqui no Paraná, um dos berços da tecnologia no País, apostamos nessa educação moderna e atualizada”.

Os kits são compostos por notebooks e um conjunto de peças com 448 componentes eletrônicos, que inclui motores, sensores, atuadores e microprocessadores arduinos, por exemplo.

Para facilitar o processo de aprendizagem, os alunos contarão com materiais didáticos como videoaulas e cartilhas digitais, com instruções gráficas detalhadas que elucidam o passo a passo de cada proposta de atividade. Alguns exemplos são braço robótico, irrigador automático e projeto semáforo. Todos os materiais estão disponibilizados no site do Robótica Paraná.

“Caminhamos, com iniciativas como essa, para uma educação de primeiro mundo no Paraná. A experiência que o nosso aluno terá aqui é a mesma de um estudante da Coreia do Sul, Japão ou Finlândia. Isso já é uma realidade, está acontecendo. Começamos com 10 mil alunos neste momento, mas a intenção é ampliar esse quantitativo muito rapidamente”, destacou o secretário de Estado da Educação e do Esporte (Seed), Renato Feder.

O conteúdo de robótica será dividido em três módulos de 42 aulas, um para cada série do Ensino Médio. No primeiro, será trabalhada a robótica introdutória, além de conceitos e componentes eletrônicos. No segundo, os estudantes aprenderão sobre placas e programação mais elaboradas. O foco do terceiro será a robótica aplicada a projetos, incluindo a identificação de problemas de automação e automatização e a proposição de soluções para esses problemas.

Informações Partidárias

Notícias