Loading

Pesquisar

ESTADOS

Paraná tem acordo para receber nova fábrica da LG

O governador Ratinho Junior (PSD) comemorou a decisão da multinacional sul-coreana. “Esse é um bom momento do Paraná, que em 2023 teve o maior crescimento econômico do Brasil”

26 de fev de 2024

O governador Ratinho Junior e o dirigente da LG, Jaecheol Lyu

Edição Scriptum com Agência Estadual de Notícias

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), comemorou na sexta-feira (23) a assinatura de acordo que prevê a instalação da nova unidade industrial da multinacional coreana LG na cidade de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. Será a segunda fábrica da empresa no País, que já produz eletrodomésticos na Zona Franca de Manaus.

“Esse é um bom momento do Paraná, que em 2023 teve o maior crescimento econômico do Brasil, três vezes maior do que a média nacional, e que resulta justamente dessas parcerias que estamos firmando com grandes empresas do mundo todo”, afirmou Ratinho Junior, citando o recente resultado divulgado pelo Banco Central sobre o crescimento de 7,8% nas atividades econômicas do Estado.

O governador lembrou que as tratativas com a LG iniciaram envolveram a viagem de uma comitiva paranaense liderada por ele à Coreia do Sul. Muitos Estados disputavam para receber a nova fábrica, mas, segundo ele, o bom ambiente de negócios, com segurança jurídica e infraestrutura adequada, fizeram a diferença em favor do Paraná.

“Buscamos nessas viagens prospectar novas oportunidades de negócios e investimentos para o Paraná, que no caso da LG é uma das maiores do planeta na área de eletrodomésticos. Isso vai gerar mais empregos para os paranaenses e aumentar a arrecadação de impostos, o permitirá mais investimentos por parte do Estado”, acrescentou.

Acordo

O acordo que prevê a instalação da nova linha industrial foi assinado também pelo presidente global de Eletrodomésticos e Soluções de Ar-Condicionado da empresa, Jaecheol Lyu. Chamado de Memorando de Entendimento (MoU), o documento é um protocolo de intenções entre as partes que marca a etapa que antecede o processo de instalação da fábrica, pelo qual o Governo do Estado e a LG Electronics se comprometem em estabelecer esforços conjuntos para facilitar o início da operação. Detalhes mais específicos, como valores de investimento e cronograma da obra, ainda serão definidos.

Com operações no Brasil há mais de 27 anos, a empresa é conhecida pelos eletrodomésticos que produz no País e pretende agora redirecionar mais investimentos para os produtos da chamada linha branca, como refrigeradores. A instalação da nova fábrica está ligada ao objetivo de estabelecer um sistema de produção local aliado à estratégia de comercializar produtos premium. Um exemplo é a tecnologia InstaView, que permite aos usuários ver o interior da geladeira a partir de um display na porta.

Em sua fala, Jaecheol Lyu disse que o mercado brasileiro é muito importante para a LG, mas que a empresa ainda tem presença pequena no segmento de eletrodomésticos, o que deve mudar com a nova empreitada. “Tivemos bastante tempo para fazer pesquisas de mercado e análises de investimento e vimos uma infraestrutura e logística perfeitas no Paraná. Acredito que com a colaboração do Governo do Estado e da prefeitura, mais a energia que LG Electronics vai aplicar, vamos conseguir instalar a fábrica e ter sucesso”, disse o representante da multinacional.

Presente na maior parte do mundo, a LG Electronics conta com uma força de trabalho internacional de mais de 75 mil empregados. Seus produtos vão desde TVs, eletrodomésticos, soluções de áudio e de ar-condicionado, monitores, robôs de serviço, componentes automotivos, soluções corporativas (B2B) e dispositivos inteligentes.

Informações Partidárias

Notícias