Loading

Pesquisar

Estados

Paraná tem investimento recorde em ciência e tecnologia

Em 2023, gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) destinou R$ 505,1 milhões para projetos tecnológicos e científicos

28 de dez de 2023

O governador Ratinho Jr: orçamento para investimentos nos dois setores passou de R$ 129,5 milhões em 2022 para R$ 505,1 milhões este ano

Edição Scriptum com Agência Estadual de Notícias

Sob a gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), o Paraná registrou, em 2023, aumento recorde de recursos destinados a projetos e programas nas áreas de ciência e tecnologia. Com um incremento de 290% em relação ao ano passado, o orçamento do Fundo Paraná para investimentos nos dois setores passou de R$ 129,5 milhões, em 2022, para R$ 505,1 milhões. Administrado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), o fundo é composto, anualmente, por 2% da receita tributária, conforme estabelece a constituição estadual. “O governo segue comprometido em investir recursos para consolidar a infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica paranaense, a fim de contribuir ainda mais para a implementação de políticas públicas que gerem resultados concretos para a sociedade e para o setor produtivo empresarial, com bases tecnológicas e sustentáveis”, afirma o secretário responsável pela pasta, Aldo Nelson Bona.

Os recursos são destinados para iniciativas de instituições de Ensino Superior e de pesquisa científica e tecnológica, públicas e privadas. O Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia do Paraná (CCT Paraná) definiu áreas prioritárias, entre elas a agricultura, biotecnologia, saúde, economia, energias renováveis e cidades inteligentes. A avaliação também considera a sustentabilidade dos projetos.

Em janeiro, a Lei Orçamentária Anual (LOA), normativa que estima as receitas e autoriza as despesas do governo, de acordo com a previsão de arrecadação, sinalizava uma dotação de R$ 411,7 milhões para a ciência e a tecnologia neste ano. O montante foi ampliado em novembro e dezembro, por meio da abertura de crédito suplementar ao orçamento fiscal do Estado. Para 2024, a LOA estima dotação de R$ 708,9 milhões.

Informações Partidárias

Notícias