Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Ponta Grossa comemora investimento de R$ 1 bilhão

A prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) comemorou esta semana a confirmação de que a multinacional de origem japonesa Nissin Foods do Brasil vai construir na cidade sua terceira fábrica no País

08 de dez de 2023

A prefeita Elizabeth Schmidt e o governador Ratinho Jr.:

Edição Scriptum com Prefeitura de Ponta Grossa

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD), comemorou esta semana a confirmação do investimento de R$ 1 bilhão que será feito na cidade pela multinacional de origem japonesa Nissin Foods do Brasil. Situado na região dos Campos Gerais do Paraná, o município tem 415 mil habitantes e receberá a terceira unidade da fabricante líder de macarrão instantâneo no Brasil. O anúncio foi feito oficialmente na quarta-feira (6) pela prefeita e pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD).

Elizabeth Schmidt destacou que “esse é um dos maiores investimentos da nossa cidade. Minha gratidão aos executivos da Nissin que escolheram o Paraná e Ponta Grossa, nosso orgulho”.

Ao falar sobre o investimento, a prefeita disse que o respeito ao trabalho e à discrição da cultura japonesa a inspiram. “E é assim que fazemos: falamos pouco e trabalhamos muito. Podem ter certeza que a gente de Ponta Grossa está pronta para fazer essa planta funcionar dentro dos padrões globais de qualidade que a Nissin exige. Minha gratidão também ao governador Ratinho Junior que desponta cada vez mais no cenário nacional como exemplo de pessoa pública, com seu modelo de gestão”, disse.

Por sua vez, Ratinho Junior lembrou que a vinda da Nissin reforça o plano de o Paraná se transformar no grande supermercado do mundo, industrializando cada vez mais a produção de alimentos, ao invés de vender apenas commodities. “É mais uma multinacional que confia no Paraná, na nossa estabilidade para produzir, trazendo mais emprego e renda para o Estado”, diz o governador.

A unidade da Nissin em Ponta Grossa será construída em um terreno de mais de 400 mil metros quadrados e deve começar a ser construída em junho de 2024, para ser concluída em um prazo de dois anos. A estimativa é que o empreendimento gere aproximadamente 500 empregos diretos, com prioridade para trabalhadores de Ponta Grossa.

A nova unidade vai produzir macarrão instantâneo tradicional, em pacote, além da versão em copos, o Cup Noodles. Parte da produção em Ponta Grossa também será destinada à exportação.

Informações Partidárias

Notícias