Loading

Pesquisar

ESTADOS

Ratinho Junior quer mudanças legais contra o crime

O governador do Paraná defendeu no Consórcio de Integração Sul e Sudeste o debate sobre alterações na lei que possam trazer melhores resultados para a área de segurança pública

01 de mar de 2024

O governador Ratinho Jr: “Vamos discutir as propostas nos próximos dias para chegar a um consenso”.

Edição Scriptum com Agência Estadual de Notícias

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), destacou na quinta-feira (29), ao participar, em Porto Alegre (RS), da cerimônia de abertura do 10º encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), a necessidade de haver mudanças legislativas que promovam mais meios de ação para a promoção da segurança pública.

“Nós estamos vendo o esforço grande das forças de segurança dos Estados, mas muitas vezes parece que estamos enxugando gelo”, disse o governador. “É necessário repensar isso, inclusive pensando em alternativas legislativas e propostas para levar ao Congresso. Vamos discutir as propostas nos próximos dias para chegar a um consenso”.

Ratinho Junior é o coordenador do consórcio, que estará reunido ao longo de três dias para a elaboração de políticas públicas conjuntas. O grupo é formado pelos três governadores da região Sul e pelos quatro governadores da região Sudeste. As discussões temáticas também envolvem secretários, gestores públicos e técnicos dos sete Estados.

Entre as propostas discutidas no encontro estão ações que colaborem para o combate integrado ao crime organizado e que colaborem para a promoção de uma maior segurança pública à população.

No encontro anterior, realizado em outubro de 2023 em São Paulo, o consórcio publicou a Carta de São Paulo, que indicava a necessidade de alterações nas legislações penal e de processo penal como alternativas para aumentar a eficácia das ações. A expectativa é que o grupo avance nessas discussões até sábado (2), quando os governadores apresentarão a Carta de Porto Alegre, com as conclusões do encontro.

“O que buscamos aqui não são apenas soluções para os nossos Estados, mas também ações conjuntas que possam ajudar a região e também, claro, o Brasil”, acrescentou Ratinho Junior.

“O Cosud deseja contribuir para o crescimento de todas as regiões. Na discussão dos governadores, vamos focar na área da segurança pública, especialmente em ações articuladas para o enfrentamento às facções criminosas e ao crime organizado, e em questões climáticas e de defesa civil”, complementou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Cooperação

O Cosud foi criado em 2019 com objetivo fortalecer a cooperação entre os governos dos sete Estados do Sul e do Sudeste em assuntos relacionados à economia, meio ambiente, segurança pública, entre outros temas.

Os Estados do consórcio respondem por uma população de cerca de 115 milhões de habitantes e por aproximadamente 70% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Informações Partidárias

Notícias