Loading

Pesquisar

CONGRESSO

Rodrigo Pacheco condena terrorismo no Oriente Médio

O presidente do Congresso abriu a ordem do dia na terça-feira com uma condenação aos ataques terroristas e manifestou sua solidariedade às vítimas da guerra entre Israel e Palestina

11 de out de 2023

Rodrigo Pacheco: “Ataques indiscriminados contra civis são ações de selvageria que violam os princípios mais básicos do direito internacional e da dignidade humana”

Edição Scriptum com Agência Senado

O Senado condena “de maneira veemente esses atos de violência e barbárie”. A afirmação é do presidente do Senado e do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que abriu a ordem do dia na terça-feira (10) com uma condenação aos ataques terroristas e manifestou sua solidariedade às vítimas da guerra entre Israel e Palestina. Para o parlamentar, ataques terroristas contra civis, jovens, mulheres, crianças e famílias inteiras não encontram o menor indício de legitimidade, qualquer que seja a causa defendida por um grupo ou uma nação.

“Ataques indiscriminados contra civis são ações de selvageria que violam os princípios mais básicos do direito internacional e da dignidade humana”, registrou.

Pacheco definiu a guerra entre Israel e Palestina como uma tragédia humanitária. Ele afirmou repudiar “de forma enfática” o sequestro de reféns e disse esperar que todos sejam libertados. Pacheco manifestou esperança de que as brasileiras Karla Stelzer Mendes e Celeste Fishbein sejam encontradas com vida e saudáveis.

O presidente do Senado também demonstrou solidariedade com as famílias de Ranani Glazer e Bruna Valeanu, “jovens brasileiros que estavam se divertindo e foram atacados e mortos pelo terrorismo”. Ele ainda se solidarizou com a população de Israel e da Palestina, “que sofre pelo medo e pela falta de segurança, por viverem em uma zona de guerra”.

“O Senado manifesta seu absoluto repúdio contra qualquer tipo de violência e defende a solução pacífica dos conflitos. Somente por meio do diálogo e da negociação será possível conseguir a paz tão desejada por todos. Não precisamos de mais guerras”, ressaltou Pacheco.

Na visão de Rodrigo Pacheco, a comunidade internacional deve envidar todos os esforços pela paz entre Israel e Palestina, para evitar uma escalada maior do conflito. Ele reafirmou o posicionamento do Senado em condenar o terrorismo em todas as suas formas e em apelar pelo fim dos ataques e pela busca de uma solução pacífica e duradoura. Pacheco ainda elogiou os esforços da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Ministério da Defesa na operação de repatriar brasileiros que estão em Israel e na Palestina.

Informações Partidárias

Notícias