Avanço

Boas notícias para a economia de Santa Catarina

O governador Raimundo Colombo (PSD) fala sobre iniciativas que representam oportunidades de crescimento econômico, competitividade e geração de renda para o Estado

11/09/2017

FacebookWhatsAppTwitter

 

O governador Raimundo Colombo: “Estamos na rota das grandes embarcações com destino aos maiores mercados comerciais do mundo”

 

Ao mesmo tempo em que a economia brasileira começa a mostrar os primeiros sinais de que pode estar deixando a recessão para trás, o Estado de Santa Catarina tem novidades que parecem indicar um período mais tranquilo à frente. Segundo o governador catarinense, Raimundo Colombo (PSD), o programa Juro Zero e a chegada do navio Cap San Juan, com 331 metros de comprimento, ao Porto de Imbituba, no Sul do Estado, são ações que representam importantes oportunidades de crescimento econômico, competitividade e geração de renda para o Estado.

Em depoimento esta semana, Colombo destacou que “Santa Catarina trabalhou e se preparou muito para este momento, e, agora, definitivamente, estamos na rota das grandes embarcações com destino aos maiores mercados comerciais do mundo”, disse Colombo.

A cada semana um navio chegará a Imbituba dentro da nova linha comercial. Serão 13 navios se revezando na nova linha, saindo de Busan, na Coreia do Sul, e passando por países como China, Singapura, Malásia, Argentina e Uruguai, além do Brasil, antes de retornar para Coreia do Sul. O governador salientou que a nova linha traz competitividade e passa a ser uma alternativa importante pra quem importa e exporta.

Sobre o programa Juro Zero, Colombo explicou que, diferente dos grandes empresários, o pequeno e micro empreendedor muitas vezes têm dificuldades de acessar linhas de financiamento e sofrem com processos burocráticos. “Com esse programa, o Estado paga o juro e dá a esse pequeno empresário uma ajuda importante de desenvolver seu negócio, se tornar competitivo e contribuir com a geração de renda e emprego no Estado”, observou Colombo, ao acrescentar que não se trata de uma obra física, mas de uma ação de governo fundamental para o desenvolvimento econômico e social.

Desde 2011, o programa Juro Zero já distribuiu cerca de R$ 200 milhões em empréstimos para aproximadamente 77 mil pequenos empresários em todo o Estado. O Juro Zero disponibiliza até R$ 3 mil em linha de crédito para MEIs formalizados com receita anual inferior a R$ 60 mil. Este valor pode ser parcelado em até oito prestações. Se as sete primeiras forem pagas em dia, a última, que corresponde aos juros, é quitada pelo Governo do Estado.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter