Saúde

Campo Grande reforça combate ao câncer de próstata

Gestão do prefeito Marquinhos Trad (PSD) aproveita oportunidade oferecida pelo Novembro Azul e intensifica a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata

13/11/2017

FacebookWhatsAppTwitter

O prefeito Marquinhos Trad

 

A gestão do prefeito Marquinhos Trad (PSD), de Campo Grande, está aproveitando a oportunidade oferecida pela campanha Novembro Azul para reforçar o trabalho de conscientização dos homens da cidade sobre a importância do cuidado e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Na capital do Mato Grosso do Sul, as 67 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) aderiram ao Novembro Azul, e até o fim do mês organizam ações voltadas especificamente à saúde do homem em geral. Nesta segunda-feira (13), as atividades acontecem nas UBSFs Nossa Senhora das Graças e Serradinho.

Ao longo do dia, quem ia às unidades podia esclarecer dúvidas relacionadas ao câncer de próstata, prevenção e tratamento da doença, além de realização de Teste Rápido para Doenças Sexualmente Transmissíveis e coleta de material para diagnóstico de Tuberculose.

Para o médico urologista e secretário municipal de Saúde, Marcelo Luiz Brandão Vilela, a campanha Novembro Azul é fundamental para chamar atenção para a doença e quebrar preconceitos. “Assim como o Outubro Rosa, as atividades do Novembro Azul potencializam o trabalho preventivo que já é realizado nas unidades nos 12 meses do ano. O câncer de próstata é uma doença silenciosa, mas que se descoberta precocemente, tem suas chances de cura aumentadas. Por isso é importante desconstruir preconceitos e conscientizar a população da importância da realização dos exames preventivos”, diz.

As unidades oferecem serviços de prevenção e promoção à saúde integral do homem, com agendamento de consultas médicas e de enfermagem, atendimento odontológico, atendimento no pré-natal do parceiro, ações de saúde em locais de grande concentração de homens, como empresas e canteiros de obras e ações educativas que incluem: palestras sobre o tabagismo; prevenção à tuberculose e à violência; uso de álcool e drogas; oferta de atendimento em horário estendido voltado para a população masculina; aferição de pressão; vacinação; ofertas de exames e realização de testagem para HIV, sífilis e hepatites B e C.

FacebookWhatsAppTwitter

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter