ELEIÇÕES 2018

Carlos Fávaro tem encontro com empresários no Mato Grosso

Candidato do PSD ao Senado, ex-vice-governador se reuniu em Rondonópolis com representantes do setor privado para discutir tributos, segurança e concessão do aeroporto da cidade

20/08/2018

FacebookWhatsAppTwitter

Carlos Fávaro foi a Rondonópolis acompanhado de Jayme Campos (à esq) e Mauro Mendes (à dir)

 

Na primeira viagem pelo interior do Estado após o lançamento da campanha da Coligação ‘Pra mudar Mato Grosso”, o candidato ao Senado, Carlos Fávaro (PSD), foi a Rondonópolis, acompanhado do candidato ao governo, Mauro Mendes (DEM), e do candidato ao Senado, Jayme Campos (DEM). Na Associação Comercial, Industrial e Empresarial da cidade (ACIR), os candidatos se reuniram com empresários dos segmentos comercial, industrial, agropecuário e de prestação de serviços.

“Minha história de vida sempre foi muito ligada ao associativismo, pois eu acredito que a melhor maneira para progredir é nos unirmos com pessoas que têm o mesmo objetivo. Por isso eu sei o quanto é importante reuniões como essa, porque discutem temas relevantes e que refletem na economia do município”, disse Fávaro. “Entre as sugestões e reivindicações que recebemos hoje da ACIR constam questões tributárias, de segurança e de estrutura física, como a agilidade no processo de concessão do aeroporto da cidade, que é um grande entrave para o desenvolvimento dessa região”, afirmou.

O presidente da ACIR, Juarez Orsolin, enfatizou a importância do encontro e do diálogo aberto com os candidatos. “O desenvolvimento se faz de forma partilhada e integrada e, na presença de empresários e representantes de sindicatos e associações, entregamos uma carta propositiva para os candidatos. Representamos mais de mil empresários e 72% do Produto Interno Bruto (PIB) de Rondonópolis e expusemos nossas aflições para que o próximo governo enfrente desafios que precisam ser superados, como a falta de infraestrutura e a alta taxa tributária”, disse.

Na carta, também constam pedidos relacionados à fiscalização no combate à informalidade, construção da ponte sobre o rio Vermelho com acesso direto à BR 364 e infraestrutura para os três distritos industriais e ao Residencial Sagrada Família. “Eu e o meu companheiro de chapa, Jayme Campos, assumimos o compromisso de propor emendas no Senado Federal para garantir esses investimentos para Mato Grosso”, garantiu ele.

Entre outras agendas, os candidatos também visitaram a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis. O diretor da unidade, Sinésio Gouveia de Alvarenga, apresentou a atual situação da entidade e disse que o governo deve quatro meses do atendimento realizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo Alvarenga, o Estado fez uma nova pactualização, de forma unilateral, e deixou de pagar o restante da dívida. “Quando que um devedor pode romper unilateralmente um contrato e dizer que não vai mais pagar dois e sim um?”, questionou.

Para Fávaro, a situação é de extrema gravidade e, infelizmente, se repete em outras unidades de saúde do Estado. “Sinto tristeza no coração de ver essa UTI fechada há tantos dias, sendo que poderia estar salvando a vida de muitas pessoas. É um verdadeiro descaso com o sofrimento da população”, disse. O candidato Mauro Mendes reafirmou que a situação é reflexo da falta de organização financeira do governo. “É preciso cumprir aquilo que foi combinado. Firmo com a Santa Casa o compromisso de lealdade e honestidade, pois é o melhor caminho para se ter relações sólidas e verdadeiras”, destacou.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter