SENADO

Otto Alencar nega interferência em voto sobre o Coaf

O senador Otto Alencar (PSD-BA), líder da bancada do partido no Senado, divulgou nota reafirmando sua posição na votação da Medida Provisória 870/2019, que trata da reforma administrativa

10/05/2019

FacebookWhatsAppTwitter

 

 

O senador Otto Alencar (PSD-BA), líder da bancada do partido no Senado, divulgou nesta quinta-feira (9), em suas redes sociais, nota em que reafirma sua posição na votação da Comissão da Medida Provisória 870/2019, que trata da reforma administrativa do Governo Federal e, entre outras iniciativas, define em qual Ministério o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) deve ficar.

De acordo com o senador baiano, que votou pela manutenção do comitê no Ministério da Justiça, como prevê a proposta original do governo, “o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, nunca interferiu sobre o meu voto”, como chegaram a insinuar algumas notas na imprensa.

Veja a íntegra do post de Otto Alencar:

“Hoje (9/5), na Comissão da Medida Provisória 870/2019 que trata da reforma administrativa do Governo Federal, deixei bem clara a minha posição e a do PSD. Sempre votei de acordo com a minha consciência, com o meu direito livre e soberano de escolha e como desejo. O presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, nunca interferiu, sobre o meu voto. Fiz questão de deixar claro após ler algumas notas na imprensa que não representam a verdade. Na análise da MP defendi, entre outros pontos, que o Coaf fique no Ministério da Justiça. #nadaresisteaotrabalho #MP870”.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter