PSD faz filiações no Paraná

Partido ganhou quatro reforços de peso para a sua chapa de pré-candidatos a deputado estadual; entre eles o professor universitário Ivalino Garcia e o delegado Rubens Recalcatti (na foto com o líder Eduardo Sciarra).

01/10/2013

FacebookWhatsAppTwitter

Ivalino Garcia, Jura, Recalcatti, Elaine Esmanhotto, Rossi, Eduardo Sciarra e Joel Malucelli

Na reta final das filiações partidárias visando às eleições de 2014, o PSD ganhou nesta segunda-feira (30) quatro reforços de peso para a sua chapa de pré-candidatos a deputado estadual. Em ato durante reunião da Executiva Estadual em Curitiba, assinaram ficha de filiação ao partido o delegado da Polícia Civil, Rubens Recalcatti; o empresário Juraci Luciano da Silva, o Jura, vinculado à Igreja Católica; o professor universitário Ivalino Garcia; e a pedagoga Elaine Esmanhotto, ambos candidatos a vereador de Curitiba no ano passado.

“Estamos formando um time forte, representativo de vários segmentos importantes da sociedade, com o firme propósito de lançarmos uma chapa completa de candidatos e com chances reais de fazermos uma bancada significativa na Assembleia Legislativa, afirmou o presidente da Executiva Estadual e líder do PSD na Câmara, deputado federal Eduardo Sciarra. Segundo ele, o PSD possui uma lista com 40 potenciais candidatos a deputado estadual. “Mais nove nomes avaliam também sair candidatos”, antecipou Sciarra.

Ivalino Garcia, Juraci Luciano da Silva (Jura) e Rubens Recalcatti

Jura – Candidato a deputado federal pelo PHS, o empresário industrial Jura fez mais de 60 mil votos em 2010, apurados em 371 municípios do Paraná. Ele é vinculado à Renovação Carismática e apresenta o programa de TV “Pesca e Prosa. Jura afirmou que se sentiu estimulado a formalizar sua pré-candidatura após a visita do Papa Francisco. “O Papa pediu claramente para que os católicos se manifestem politicamente e participem da vida política partidária, porque este é um caminho para mudarmos e renovarmos nossa esperança no novo, afirmou Jura.

Recalcatti – O delegado da Polícia Civil Rubens Recalcatti deixou o PV para viabilizar a sua candidatura pelo PSD. Encontro neste partido importantes e conceituados amigos, além de uma estrutura boa que muito me estimula a participar das eleições”, disse Recalcatti, que se notabilizou ao longo dos últimos anos por comandar investigações e esclarecer polêmicos e intrincados casos policiais. Recentemente, foi titular da Delegacia de Homicídios. “Minha bandeira é a segurança pública preventiva, com investimentos estratégicos em estrutura e na formação de pessoal”, afirmou. 

Educadores – O professor universitário e comerciante Ivalino Garcia foi candidato a vereador de Curitiba em 2008 e 2012 pelo DEM. Defendo, em primeiro lugar, a moralização da coisa pública, da retomada de uma política voltada para a sociedade e não para os interesses de alguns grupos”, afirmou Garcia.

A pedagoga Elaine Esmanhotto atua há 27 anos na rede municipal de ensino no bairro de Santa Felicidade e mantém um blog e colunas em jornais sobre educação. “Entro no PSD em função de suas propostas inovadoras e por abrir espaço para a causa da educação”, afirmou a pré-candidata, que foi candidata à vereadora em 2012 pelo PPS.

FacebookWhatsAppTwitter

4 Comentários

Deixe seu comentário!




*

FacebookWhatsAppTwitter