MUNICÍPIOS

Capitã Lucimara implanta ensino integral em Valinhos (SP)

Gestão da prefeita do PSD inicia projeto-piloto para alunos da área rural do município, que vão estudar das 7h30 às 16h30

06/02/2024

FacebookWhatsAppTwitter

A prefeita Capitã Lucimara: “Nossa ideia é levar para outras escolas municipais”

 

 

Redação Scriptum com Prefeitura de Valinhos

 

A gestão da prefeita de Valinhos, Capitã Lucimara Rossi de Godoy (PSD), inicia nesta quarta-feira (7) a fase de testes da implantação do ensino em período integral no município de 126 mil habitantes do interior de São Paulo. O projeto-piloto vai começar na EMEB Dona Carolina de Oliveira Sigrist, na área rural da cidade. A unidade atenderá 90 estudantes do 6º ao 9º ano, das 7h30 às 16h30. As crianças, que moram nos bairros Capivari e Macuco, terão cinco refeições nesse período e poderão receber reforço escolar no próprio local. “Estamos começando o projeto-piloto por essa unidade, mas a nossa ideia é levar para outras escolas municipais”, afirma a prefeita.

Capitã Lucimara ressalta que a prefeitura já realizou diversas melhorias no setor educacional de Valinhos, como as obras e reformas em 17 escolas. “Na área rural, inclusive, nos primeiros três anos de mandato, fizemos uma experiência de contraturno escolar. Agora temos essa boa notícia para os alunos dos bairros Capivari e Macuco.”
O secretário municipal de Educação, William Leite da Silva, também ressaltou a importância da iniciativa. “A escola de ensino integral será um ganho para os estudantes. Estamos usando como base o modelo educacional já vigente na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Em parceria com os gestores das unidades escolares, fizemos um amplo estudo do modelo educacional e atuamos na adequação funcional do corpo docente, em conjunto com os supervisores de ensino”, explica o secretário.

O ensino integral baseia-se em duas matrizes curriculares. Uma delas é a Base Nacional Comum, composta pelas disciplinas Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Artes, Inglês e Educação Física. A outra matriz do processo de aprendizagem é a Parte Diversificada, que inclui temas como projeto de vida, protagonismo juvenil, orientação de estudos, práticas experimentais de ciências, tecnologia e inovação. “É um tipo de ensino que visa à formação da integralidade do estudante, ou seja, visa à formação acadêmica e de cidadania e à construção do projeto de vida. Alunos que sonham e têm perspectivas enxergam a aprendizagem de forma significativa”, destacou a diretora do Departamento de Educação Pedagógica, da Secretaria Municipal de Educação, Elisângela Pereira Barreto.

FacebookWhatsAppTwitter

  0 Comentários

FacebookWhatsAppTwitter