Loading

Pesquisar

ESTADOS

Paraná cria oportunidades para famílias vulneráveis

Programa da gestão do governador Ratinho Junior (PSD) administra cursos como os de produção de chocolates, de panificação e de arranjos de flores, entre outros, para auxiliar famílias de baixa renda

19 de maio de 2022

O governador Ratinho Jr.: Já foram promovidos cursos pontuais, como os de produção de chocolates, panificação e arranjos de flores

Redação Scriptum com Agência Estadual de Notícias

O programa Capacita Mais Paraná, iniciativa da gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), já levou oportunidade de renda extra para cerca de 65 famílias em vulnerabilidade social neste ano. A ação é coordenada pelo Programa Paraná Cidadão, da Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf).

Foram administrados este ano cursos pontuais, como os de produção de chocolates, panificação e arranjos de flores, em Curitiba, Londrina e Maringá.

A capacitação dos floristas aconteceu na quarta-feira (17) no auditório do Banco de Alimentos da Ceasa de Curitiba. A proposta surgiu na esteira da comemoração do Dia dos Namorados no mês de junho. “A ideia é criar uma oportunidade de aumento de renda para que essas famílias tenham conhecimento para montarem diversas formas de vasos, buquê de flores, arranjos de mesas e até mesmo uma novidade, que é o buquê de frutas”, disse a superintendente da Ação Solidária, Cristina Ricordi.

Os cursos atendem as famílias vinculadas ao programa Banco de Alimentos – Comida Boa, por meio das entidades e organizações socioassistenciais sem fins lucrativos cadastradas, além de trabalhadores do Banco de Alimentos das unidades da Ceasa Paraná que são detentos do programa de ressocialização do Departamento de Polícia Penal (Deppen).

“Estamos felizes com os resultados do Capacita Mais Paraná. Os cursos foram feitos em Londrina, Maringá e Curitiba e já capacitamos cerca de 65 alunos que, através dessa oportunidade, têm a chance de mudar de vida e aumentar a renda de suas famílias”, destaca a superintendente.

“Planejamos uma segunda fase para o projeto chegar a mais famílias em diversos municípios do Estado. Em breve teremos novidades”, acrescenta Evelin Queiroz, diretora de Projetos da Ação Solidária.

Informações Partidárias

Notícias