Loading

Pesquisar

Paulo Bornhausen: “Um marco histórico”

Leia artigo do Secretário de Desenvolvimento Econômico de SC sobre a futura fábrica da BMW que será construída no Estado.

09 de abr de 2013

Paulo Bornhausen, secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina

A vinda da BMW configura um marco histórico para a nossa economia. Deve ser vista como prenúncio de uma nova era, focada na inovação e da sustentabilidade.

Sem demérito de qualquer outra região brasileira que tenha se candidato a receber a primeira fábrica da BMW na América Latina, devemos nos orgulhar de nosso êxito.

A Resolução 13, da “guerra dos portos”, acabou reforçando a determinação de trazermos uma empresa mais preocupada com as condições estruturais do estado, do que propriamente com incentivos fiscais e econômicos – claro, sem deixá-los de fora.

Nossas qualidades comparativas foram reconhecidas: o forte espírito empreendedor do catarinense; a excepcional qualidade de vida; qualificação profissional exemplar; cultura e educação acima da média; logística.

Criamos nosso próprio regime automotivo. Mas, estabelecemos, como limite, não sacrificar o equilíbrio orçamentário do estado, cujos recursos são prioritariamente dirigidos para as necessidades do povo catarinense. Construímos um modelo baseado no desenvolvimento econômico que queremos. Queremos indústrias que trafegam na fronteira do conhecimento, não só no setor automotivo, mas também aeroespacial, aeronáutico e de defesa, integrados ao programa apresentado à BMW. Estamos gerando emprego de qualidade e formação profissional de alta qualificação.

É importante frisar que, mesmo com os benefícios que estará recebendo, esta empresa, e outras que virão, com certeza, não deixarão de recolher impostos ao estadoem momento algum. Etudo que lhes é oferecido, as empresas catarinenses têm direito ou já usufruem, como é o caso do Pró-Emprego e do Prodec.

Desde o começo deste governo, estamos investindo fortemente na indústria aqui instalada, com o plano SC@2022, sempre em parceria com o Sebrae de Santa Catarina. Fortalecemos a micro economia, investindo nos microempreendedores individuais com o Juro Zero. Apoiamos as micro e pequenas empresas com o Nova Economia, com consultoria de gestão e de inovação. Neste programa, trabalhamos com 2.400 empresas de todas as regiões do Estado. Investimos nos setores fundamentais, como metal-mecânica e outros, criando uma grande rede de fornecedores e de prestadores de serviços que atuarão no entorno das grandes empresas que aqui se instalarem.  

O fato da fábrica alemã ser a primeira fábrica de automóveis a vir para o estado dá a Santa Catarina um selo de qualidade, um certificado de ISO 9000. E ao Brasil também, haja vista a manifestação imediata de outras grandes empresas no sentido de virem para o nosso país.

Informações Partidárias

Notícias