Loading

Pesquisar

Adesão à Tabela SUS Paulista amplia recursos para a Santa Casa de Olímpia (SP)

Para o prefeito Fernando Cunha, nova tabela injeta recursos e remunerando melhor os hospitais, permitindo atender mais pessoas

29 de jan de 2024

Adesão irá ampliar em até 5 vezes os recursos para hospitais filantrópicos de todo o Estado.

Edição Scriptum com Prefeitura de Olímpia

O atendimento de saúde pública na Santa Casa de Misericórdia de Olímpia, estância turística de 55 mil habitantes do interior do Estado de São Paulo, acaba de ganhar um reforço de caixa. O município assinou a adesão à Tabela SUS Paulista, um novo programa do Governo Estadual que irá ampliar em até 5 vezes os recursos para hospitais filantrópicos de todo o Estado.

A proposta visa a reparar a defasagem nos valores da tabela nacional do SUS e, assim, contribuir com a sustentabilidade financeira das unidades, permitindo mais qualidade nos serviços e o aumento no número de pacientes atendidos, reduzindo as filas e beneficiando a população.

A adesão de Olímpia foi anunciada em um ato realizado no auditório da Santa Casa, com a presença do prefeito Fernando Cunha, do PSD, do provedor do hospital, Luiz Alberto Zaccarelli, do secretário municipal de Saúde, Marcos Pagliuco e do vice-prefeito e diretor técnico da Santa Casa, Fábio Martinez.

O provedor do hospital destacou diversas melhorias, serviços e novos investimentos que foram conquistados nos últimos anos e falou sobre a expectativa para este novo repasse. “Fizemos muitas obras nesses seis anos que estamos à frente da Santa Casa, com o apoio do prefeito Fernando Cunha, e agora com a Tabela SUS Paulista, vamos ganhar um fôlego bastante razoável para o nosso custeio. O critério para o recebimento será a produtividade do hospital, no período de novembro de 2022 a dezembro de 2023 e, pelos nossos cálculos, temos a estimativa de receber em torno de R$ 400 mil a mais por mês. Este recurso será destinado ao município pelo Estado e repassado para a Santa Casa pela Prefeitura, o que nos ajudará a amenizar o investimento de recursos próprios na folha de pagamento de médicos, aquisição de insumos, despesas gerais do hospital”, declarou Zaccarelli.

O prefeito Fernando Cunha também explicou mais detalhes sobre o gerenciamento dos recursos do hospital e destacou a importância deste novo programa elaborado pelo secretário de Saúde do Estado, Eleuses Paiva.

“Para vocês terem uma ideia, nós investimos R$ 1,5 milhão na infraestrutura da Hemodiálise, mas ela custa R$ 2,5 milhões por ano, então o custeio é a maior dificuldade das instituições porque é um desafio permanente. Agora, estamos celebrando hoje a adesão de Olímpia ao chamado SUS Paulista, que é mais uma fonte de renda para as despesas permanentes. Considero este ato de extrema importância, que ficará na história do SUS, injetando recursos e remunerando melhor os hospitais para poder atender mais pessoas. Deixo aqui meu reconhecimento e parabenizo o dr. Eleuses e o governador Tarcísio de Freitas por este feito que irá suprir uma deficiência permanente nos serviços que prestamos à população”, ressaltou o prefeito.

Com a ampliação dos recursos por meio da Tabela SUS Paulista, a expectativa é que a Santa Casa possa ampliar os serviços oferecidos e também a quantidade de atendimentos, aprimorando a saúde pública de Olímpia. A previsão é de que o repasse seja efetivado pelo Estado a partir de março, retroativo a janeiro deste ano.

Informações Partidárias

Notícias