Loading

Pesquisar

PESAR

Campos Machado morre aos 84 anos em São Paulo

Ex-deputado estadual em São Paulo por 8 mandatos consecutivos estava filiado ao PSD desde agosto do ano passado

06 de jan de 2024

Campos Machado no evento de sua filiação ao PSD, em agosto do ano passado

Edição Scriptum com UOL

O ex-deputado estadual Antônio Carlos de Campos Machado morreu neste sábado (6), aos 84 anos, vítima de leucemia. Advogado criminalista, foi deputado estadual de São Paulo por oito mandatos consecutivos, entre 1987 e 2023. Desde agosto do ano passado estava filiado ao PSD. O corpo está sendo velado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e o sepultamento acontecerá neste domingo (7), às 10h, no Cemitério Parque Morumbi, na zona Sul de São Paulo.

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, lamentou a morte do ex-deputado. “Perdemos não apenas um querido amigo, mas uma lenda da política paulista e brasileira”, escreveu na rede social X (antigo Twitter). “Campos Machado foi o grande líder da Assembleia Legislativa nas últimas décadas e a política paulista, em especial, perde muito com a sua partida”, destacou Kassab. “Trata-se de alguém que teve muita história em prol de São Paulo, seja por sua extensa atuação no legislativo do nosso Estado, seja pela larga trajetória como articulador e agregador político, que teve um papel muito grande na aprovação de propostas que transformaram São Paulo”. Kassab lembrou a recente filiação de Campos Machado ao partido: “Fomos honrados com sua filiação, que contribuiu para a consolidação do crescimento do PSD em São Paulo; eu, pessoalmente, tive também a alegria de ser convidado por ele para ser presidente de honra da Frente Cidadã, criada pelo Campos no ano passado em evento no Sindicato dos Engenheiros, e que já está enraizada em todos os municípios do Estado e em inúmeros setores de nossa sociedade”.

O vice-governador Felicio Ramuth, vice-governador de São Paulo e também filiado ao PSD, homenageou o ex-deputado nas redes sociais. “É com muita tristeza que recebemos hoje a notícia do falecimento do ex-deputado estadual Campos Machado, um grande nome da política que trabalhou muito em prol de São Paulo e do Brasil. Em todas minhas campanhas recebi o apoio dele e transmito meus sentimentos aos familiares e amigos”.

Campos Machado nasceu em Cerqueira César, no centro-oeste paulista, e foi líder estudantil na juventude, quando presidiu a União Operária Estudantil e o Movimento Jovem Jânio Quadros. Era admirador do ex-presidente, de quem foi advogado, e foi por meio de Jânio que entrou na política.

Líder histórico do PTB em São Paulo, teve 35 anos de atuação como parlamentar, de 1987 a 2022. Nesse período, participou da elaboração de mais de 250 leis estaduais, entre elas uma das primeiras legislações antitabagistas do Estado, em 1995, e o pacote de medidas contra a Covid-19, em 2020. Disputou a Prefeitura de São Paulo em 1996 e foi candidato a vice-prefeito da capital na chapa de Geraldo Alckmin em 2000 e 2008.

Em 2020, deixou o PTB, legenda que integrou por três décadas, e teve breve passagem pelo Avante, partido pelo qual disputou sua última eleição, em 2022, mas não se reelegeu. No ano passado filiou-se ao PSD. Nos últimos meses dedicou-se à criação de uma frente política apartidária, a SP Frente Cidadã, com o apoio de Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab.

A família de Campos Machado distribuiu nota oficial sobre o falecimento:

“É com a alma partida que temos a dolorosa missão de informar e lamentar profundamente o falecimento, no início desta manhã, do nosso grande líder Campos Machado, que lutou bravamente nos últimos dias contra um quadro grave de leucemia.

Neste momento de grande dor, pedimos orações e boas vibrações à sua família, aos incontáveis amigos e aos milhares de correligionários e admiradores.

A sua extraordinária trajetória pessoal, na advocacia e na política, que marcou gerações, não será esquecida, ao contrário, servirá, de agora em diante, como luzeiro para todos que sonham com uma sociedade mais justa e fraterna.

Atendendo seu último desejo, vamos todos nos irmanar para levar adiante a nossa Frente Cidadã, em uma grande corrente de fé e de união, pois o legado de um dos maiores líderes político-partidários do país será, de agora em diante, nossa bandeira de luta!

Aguardamos todos para a cerimônia de homenagens, a partir das 13 horas deste sábado, no Hall Monumental da Assembleia Legislativa de São Paulo”.

Informações Partidárias

Notícias