Loading

Pesquisar

SÃO PAULO

CPI do Crack é prorrogada por dois meses

De acordo com o presidente da comissão parlamentar, o deputado estadual Paulo Corrêa Jr. (PSD), a medida favoreceu o aprofundamento dos debates sobre os problemas causados pelo consumo de drogas no Estado

25 de out de 2023

Paulo Corrêa Jr. preside a CPI  do Crack na Assembléia Legislativa de São Paulo

Redação Scriptum com Santa Portal

Presidida pelo deputado estadual Paulo Corrêa Jr. (PSD), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa de São Paulo que investiga a epidemia do consumo de crack no Estado aprovou nesta terça-feira (24) a prorrogação das atividades do colegiado por 60 dias. Em decisão unânime, os parlamentares aprovaram o requerimento 2454/23, apresentado pelo relator da comissão, o deputado Delegado Olim (PP). “Tivemos uma conquista importante. O novo prazo compensará o recesso parlamentar que tivemos em julho, quando não houve sessões, dando mais tempo para enriquecermos o relatório final”, disse Corrêa Jr.

Pelo regimento da Casa, as comissões têm um prazo de 120 dias para funcionar e podem ser prorrogadas por mais 60 dias.

Informações Partidárias

Notícias