Loading

Pesquisar

ESTADOS

Estado de SP investe R$ 200 milhões em plano de combate à dengue

Lideranças do PSD, o governador em exercício do Estado, Felicio Ramuth, e o secretário de Saúde, Eleuses Paiva, anunciaram o repasse da verba para os 645 municípios paulistas, além da criação do Centro de Operações de Emergências

06 de fev de 2024

O vice-governador Felicio Ramuth (centro) e o secretário de Saúde Eleuses Paiva (à esq)

Redação Scriptum com Portal do Governo de SP

O governador em exercício do Estado de São Paulo, Felicio Ramuth (PSD), assinou nesta terça-feira (6), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o decreto que cria o Centro de Operações de Emergências (COE), que vai reforçar o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. A primeira medida adotada pelo COE foi a destinação de R$ 200 milhões do tesouro estadual para as prefeituras dos 645 municípios paulistas. “O enfrentamento à dengue é uma ação conjunta das secretarias de Estado, que passam a fazer parte do Centro de Operações de Emergências, e dos municípios. Com apoio técnico do governo de São Paulo e os recursos liberados hoje, as prefeituras poderão investir em suas redes de saúde e emergência, além de realizar ações de limpeza e comunicação em suas cidades”, destacou Felicio.

O centro será coordenado pelo secretário estadual de Saúde, Eleuses Paiva, também filiado ao partido. A iniciativa contará, ainda, com a Casa Civil, Casa Militar e Defesa Civil, Segurança Pública, Desenvolvimento Social, Comunicação, Educação, Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, além do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

Mais de 600 equipamentos portáteis e pesados serão disponibilizados para as cidades, que poderão utilizá-los em ações como a nebulização, conhecida como “fumacê”. Esse trabalho será coordenado pela Defesa Civil Estadual, que também intensificará, em parceria com as defesas civis municipais, as visitas às residências e o fornecimento de orientações aos moradores de todo o Estado.

Carnaval

O governo estadual promoverá atividades para conscientizar a população durante o Carnaval, nas redes sociais, nas mídias do Metrô e da CPTM e nos canais do Detran. A campanha será representada por um bloco carnavalesco simbólico, o Unidos Contra a Dengue. Em outra frente de atuação, a Secretaria de Saúde está capacitando todos os agentes de endemias, por meio de cursos e treinamentos on-line sobre arboviroses (doenças causadas pelos arbovírus, que incluem os vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela). O Instituto Adolfo Lutz está recebendo investimentos para agilizar o resultado de testes sorológicos e ampliar a capacidade de realização dos exames. “Este será o maior apoio aos municípios no combate à dengue da história. Estamos investindo em capacitações e treinamentos para toda a rede de saúde, e estendendo aos professores e todos os cidadãos. Este é o momento certo para a sociedade se unir no combate à dengue”, frisou o secretário Eleuses.

Monitoramento

Para que a população possa acompanhar a situação das arboviroses em todo o Estado, o governo estadual lançou o Painel de Monitoramento da Dengue. A ferramenta permite a consulta de todas as informações relativas aos casos notificados no território paulista. As informações poderão ser filtradas por data, município e Grupo de Vigilância Epidemiológica. Os dados vão ajudar a gestão estadual na definição de novas políticas públicas para o enfrentamento à doença.

Informações Partidárias

Notícias