Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Nova Odessa (SP) terá primeira represa em 30 anos

Gestão do prefeito Leitinho (PSD) investe em segurança hídrica na cidade do interior de São Paulo

27 de jun de 2024

O prefeito Leitinho: “O único jeito de garantirmos a continuidade dessa segurança hídrica que temos é investirmos em novas represas”

Redação Scriptum com Prefeitura de Nova Odessa

A gestão do prefeito Cláudio Schooder (PSD), o Leitinho, avançou no projeto de construção da represa Recanto 4, a primeira obra desse tipo que será realizada em 30 anos no município da Região Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo. A administração municipal já tem a certidão de posse de uma área de 51 mil metros quadrados e aguarda apenas a emissão de licença da Sabesp para a realização da obra na cidade, com população estimada pelo IBGE em 62 mil habitantes.

“Nova Odessa é reconhecida pelo seu sistema de represas, que garante água em quantidade e qualidade, mas já fazia muito tempo que não se construía uma nova represa e a população vem crescendo a cada ano. O único jeito de garantirmos a continuidade dessa segurança hídrica que temos é investirmos em novas represas”, afirma Leitinho.

A prefeitura pagou R$ 1.169.748,00 na compra do terreno onde será implantada a represa, que pertencia à empresa Agro Pecuária Furlan S/A. A área foi declarada de utilidade pública pela administração municipal em 30 de novembro de 2022, por meio do decreto 4.644.

Em março de 2023, a 1ª Vara do Fórum de Nova Odessa emitiu a certidão de posse do terreno. “Precisávamos construir duas coisas em Nova Odessa, a UTI do hospital municipal e uma nova represa. As duas coisas estão acontecendo, além de várias outras obras importantes, como a rede de água no Pós-Anhanguera, o Poupatempo, o Corpo de Bombeiros, o novo Centro de Treinamento e Valorização Profissional (CTVP), a Oficina de Costura e Fraldas e, em breve, o Departamento Municipal de Bem-Estar Animal e o Parque das Crianças”, acrescenta o prefeito.

Segurança hídrica

A Coden Ambiental, empresa responsável pelo saneamento básico na cidade, vem realizando uma série de medidas para assegurar a oferta de água. Entre os serviços executados estão o desassoreamento da represa Lopes, a limpeza das algas da represa Recanto 1, a construção da nova adutora, entre a captação do córrego Palmital e a Estação de Tratamento de Água 1, além da conclusão da obra da ETA 2, que garantiu o abastecimento para 100% da população.

Ao todo, Nova Odessa conta com sete represas — as unidades Recanto 1, 2 e 3, Lopes 1 e 2, Palmital e Santo Ângelo — que fornecem aproximadamente 19 milhões de litros de água por dia.

Informações Partidárias

Notícias