Loading

Pesquisar

Municípios

Número de cirurgias eletivas aumenta 125% em Mogi Guaçu (SP)

Em 2023, trabalho realizado pelo governo do prefeito Rodrigo Falsetti (PSD) também zerou a fila de espera por exames como cateterismo e mamografia

03 de jan de 2024

Além do avanço nas cirurgias eletivas, a prefeitura zerou a fila de espera por exames como cateterismo, tomografia e mamografia

Redação Scriptum com Prefeitura de Mogi Guaçu

A gestão do prefeito de Mogi Guaçu, Rodrigo Falsetti (PSD), registrou, em 2023, aumento de 125% no número de cirurgias eletivas realizadas no município do interior do Estado de São Paulo, em comparação com o ano anterior. Em 2022, foram 1.624 cirurgias, inclusive de alta complexidade. Até novembro do ano passado, a rede municipal de saúde registrou 3.650 procedimentos, entre eles os ortopédicos. O total de procedimentos nessa especialidade, que tem a maior demanda da cidade, mais que dobrou nos últimos doze meses, passando de 78 para 167. “Nosso balanço financeiro demostra que aumentamos nosso orçamento na saúde, incluindo o orçamento do Hospital Municipal Doutor Tabajara Ramos, que, junto com a Santa Casa, realiza os procedimentos. Estamos otimistas para 2024”, afirma o prefeito.

Além do avanço nas cirurgias eletivas, a prefeitura zerou a fila de espera por exames como cateterismo, tomografia e mamografia, por exemplo. “Nossa meta para o próximo ano, a pedido do prefeito Rodrigo Falsetti, é avançar ainda mais. Para isso, estamos trabalhando no fortalecimento de toda a rede municipal”, ressalta o secretário responsável pela pasta, Luciano Firmino Vieira.

Ele destaca a importância de outras iniciativas da administração municipal, como as reformas das unidades de saúde Zaniboni I e II, Chaparral e Ypê II. A unidade da Zona Norte e o Centro de Especialidades Odontológicas também estão sendo reformados pela prefeitura.

Informações Partidárias

Notícias