Loading

Pesquisar

MUNICÍPIOS

Olímpia (SP) prevê mais de R$ 500 milhões para obras até 2030

Plano apresentado pelo prefeito Fernando Cunha (PSD) inclui a construção do Aeroporto Internacional do Norte Paulista e melhorias em todas as áreas da cidade

14 de mar de 2024

O prefeito Fernando Cunha detalhou o plano no último dia 29, em sessão comemorativa dos 121 anos da cidade promovida na Câmara Municipal.

Redação Scriptum com Prefeitura de Olímpia

Implantação de aeroporto, construções de escolas, ampliação de programas habitacionais e a melhoria da mobilidade urbana estão entre os projetos previstos no Plano de Ações Desenvolve Olímpia 2030, criado pelo governo do prefeito Fernando Cunha (PSD). Nos próximos anos, obras e serviços já iniciados pela atual gestão do município do Noroeste paulista vão receber investimento superior a R$ 500 milhões. O valor foi estimado por uma equipe técnica da prefeitura, que considerou a receita decorrente da concessão da Superintendência de Água, Esgoto e Meio Ambiente (Daemo Ambiental) para a Sabesp, além da estimativa de repasses de recursos do Estado e da União. Todas as informações sobre o plano estão disponíveis aqui.

Cunha detalhou o plano no último dia 29, em sessão comemorativa dos 121 anos da cidade promovida na Câmara Municipal. “Os vereadores sugeriram que a prefeitura elencasse uma série de projetos elaborados ou em elaboração que ficassem como uma espécie de legado para os próximos anos, em função da disponibilidade de recursos que a prefeitura de Olímpia terá. Isso é fruto, principalmente, da concessão do Daemo para a Sabesp. Nós chegamos há sete anos e o município tinha um nível de investimento da ordem de R$ 13 a R$ 15 milhões por ano. A gente elevou para cerca de R$ 25 milhões por ano. Agora temos um aporte significativo com esse ganho da Sabesp, de R$ 150 milhões”, explica o prefeito. Ainda segundo Cunha, o planejamento inclui ações “que deveriam ser metas e objetivos do próximo prefeito e dos próximos vereadores”.

O prefeito destaca, entre os principais projetos, a construção do Aeroporto Internacional do Norte Paulista. A obra será realizada pela Infraero em uma área de cerca de 200 hectares regularizada pela prefeitura, às margens da rodovia Assis Chateaubriand, entre os municípios de Olímpia e São José do Rio Preto. O aeroporto, que terá uma pista de 2.100 metros de extensão e 45 metros de largura, deve ser inaugurado até o primeiro semestre de 2026.

Por ano, o local deverá registrar cerca de 500 mil operações e receber 1 milhão de passageiros. Em fevereiro, quando foi acertado o convênio com o governo federal para a realização da obra, Fernando Cunha disse que o projeto “solidifica o compromisso com o avanço e a infraestrutura regional, prometendo transformar Olímpia e seu entorno em importantes polos de atração turística e econômica”.
Mais obras

O plano prevê a construção de um novo hospital em área anexa à Santa Casa e de um complexo de saúde com 13 mil metros quadrados no Jardim Campo Belo, que vai facilitar o acesso de moradores da região Leste a mais especialidades clínicas. A administração municipal também tem um projeto de ampliação da UBS da Cohab IV.

Para que centenas de famílias olimpienses realizem o sonho da casa própria, a prefeitura lançou o programa Meu Lar, que será realizado em área com capacidade para a construção de até 700 unidades habitacionais. Na primeira fase do projeto, a administração municipal conseguiu a autorização do governo federal para a edificação de 150 casas populares, que serão destinadas a moradores que se enquadram na faixa 1 do programa Minha Casa, Minha Vida.

Informações Partidárias

Notícias