Loading

Pesquisar

Estados

São Paulo terá primeiro Distrito de Inovação

Anunciado pelo governador em exercício do Estado, Felicio Ramuth, projeto vai impulsionar o desenvolvimento tecnológico, com o apoio de universidades, institutos de pesquisa e startups

03 de jul de 2024

Felicio ressaltou a importância dos participantes do projeto no desenvolvimento tecnológico

Redação Scriptum com Portal do Governo de São Paulo

O governador em exercício do Estado de São Paulo, Felicio Ramuth (PSD), assinou nesta terça-feira (2), em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, um protocolo de intenções para a implantação do primeiro Distrito de Inovação da capital paulista. A ação formaliza a iniciativa de criação de um ambiente de troca de experiências entre universidades, empresas, institutos de pesquisa, instituições de fomento e startups,  que vão impulsionar o desenvolvimento de projetos de inovação e tecnologia. “Estou muito feliz por esse momento, pois aqui a gente abre o caminho para aproveitarmos a expertise e o esforço que a união de todos os institutos que são referências para o Estado de São Paulo e para a América Latina pode gerar. E o resultado só pode ser um, o avanço exponencial em ciência, em ciência aplicada e, consequentemente, em inovação. É nisso que a gente acredita”, afirma Felicio.

O projeto do distrito conta com de grandes nomes da inovação paulista, como a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) e o Instituto Butantã. Outros parceiros da iniciativa são a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que apoia o trabalho de pesquisadores dessas instituições, e a prefeitura da capital paulista. A unidade do projeto deve ser implantada em uma área de 45 mil metros quadrados, com salas de interação, locais para eventos e centros de treinamento para empreendedores. “Começamos com esse grupo de trabalho, fazendo um trabalho interno, para que a gente possa implementar uma infraestrutura física, que vai complementar as outras estruturas que já existem e produzem inovação e tecnologia em São Paulo”, acrescenta Felicio.

A cerimônia no Palácio dos Bandeirantes reuniu autoridades como o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Vahan Agopyan, e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, além de reitores de universidades estaduais e gestores de institutos de pesquisa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informações Partidárias

Notícias