Loading

Pesquisar

ESTADOS

Variante Delta avança e Sergipe mantém restrições

O governador Belivaldo Chagas (PSD) anunciou que aumentará a fiscalização e a vacinação, apesar da queda verificada nas internações e mortes. “Não podemos correr o risco de voltar ao patamar anterior”

13 de ago de 2021

O governador Belivaldo Chagas durante reunião para discutir as medidas em relação à covid

Apesar da queda no número de internações e mortes causadas pela covid-19 no Estado, o avanço da variante Delta preocupa o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), que anunciou na quinta-feira (12) a manutenção das medidas de distanciamento social vigentes pelo menos até a próxima reunião do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae). A decisão foi adotada após reunião semipresencial de Belivaldo Chagas com os integrantes do comitê, na qual foram analisados os dados da pandemia em Sergipe.

Belivaldo foi cauteloso e disse que vai aumentar a fiscalização sanitária e a vacinação nos municípios. “Com a predominância desta nova variante do vírus, que é mais contagiosa, não podemos correr o risco de, ao flexibilizar ainda mais os setores, horários e atividades, acabar voltando a um patamar anterior de aumento no número de hospitalizações e óbitos. Por isso, vamos estimular a vacinação em primeira e principalmente segunda dose, estimulando nos municípios a busca ativa e a repescagem”, frisou o governador.

Nos últimos 14 dias, as internações totais em Sergipe diminuíram em 26,5%, sendo 37,9% nas UTIs e 10,4% nas enfermarias. “A média diária de novos casos permanece em baixa. As internações totais caíram para uma média diária de 118”, detalhou o superintendente de Planejamento do Estado, Marcel Resende.

O cenário da pandemia da covid-19 atingiu o menor valor em vários aspectos, segundo análise do superintendente. No último dia 9, por exemplo, as internações totais entre a rede pública e privada chegaram ao menor valor da série histórica, com 113 internados.

O coordenador da Força-Tarefa Covid-19, professor Lysandro Borges (UFS), afirmou que a vacinação pode inibir a cepa Delta. “A conscientização da população é muito importante no processo. Assim como é preciso garantir a vacinação em segunda dose e buscar os faltantes, continuar com o uso de máscara e medidas de distanciamento. Também é importante o mapeamento das cepas, e isso só é feito com testagem em massa”, atestou o professor.

Informações Partidárias

Notícias